sábado, 30 de maio de 2009

Lares de esperança


Acabamos de participar ao vivo da transmissão "Lares de esperança" aqui na TV Novo Tempo. Foi algo maravilhoso. Pudemos sentir o movimento do Espírito Santo, transmitindo as palavras e músicas com mais poder e ousadia. Não temos mais tempo a perder! A hora de anunciar que Jesus em breve virá é agora!

Com certeza, esse foi um dos maiores movimentos evangelísticos já feitos na América do Sul, ou poderíamos ousar dizer que, no mundo inteiro. Mais de 500.000 mil lares foram abertos para receber amigos que, com certeza, foram tocados pela mensagem de esperança.

Esse não foi um projeto de uma organização. Foi um sonho de Deus se tornando realidade. Continuemos levando a esperança para esse mundo sem esperança.

Abraços,

Milton

quarta-feira, 27 de maio de 2009

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Lugar de Paz espanhol







Pobres, cegos e nus


A reflexão dessa semana está baseada nos versículos mais engraçados da Bíblia. (Pra mim pelo menos!) Marcos 14:51 e 52: "E um certo jovem o seguia, envolto em um lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão. Mas ele, largando o lençol, fugiu nu."

Quando eu era criança e passava os meus olhos sobre esses versos, eu não deixava de dar risada. "Imagine um rapaz, seguindo Jesus, e de repente, alguém tira as suas vestes e ele sai correndo pelado?" E eu na minha inocência infantil, me divertia com esse trecho da Bíblia.

Ingenuidade a parte, descobri hoje que esse texto não está por acaso na Bíblia. E ele não tem nada de engraçado. Ele esconde uma grande verdade teológica.

Nudez na Bíblia é sinônimo de pecado. São as justiças humanas na tentativa de conseguir salvação.

No Gênesis, vemos a cena pitoresca de Adão e Eva correndo nus da presença de Deus. A serpente roubou as suas vestes! Tentaram até criar vestes próprias com folhas de figueira. Pobres estilistas espirituais!

Em Apocalipse, vemos uma outra cena de nudez. Agora não são apenas duas pessoas, mas uma igreja! Um povo! Esse povo é chamado de Laodicéia. Eles são cegos, pobres, miseráveis e nus. Não sei se você já assistiu aquele filme: "cegos, surdos e loucos". Muito engraçado. Na Bíblia temos uma comédia parecida, que se chama laodicéia. Se pudéssemos um dia criar um filme dessa igreja, o título da comédia (mais parecida com drama!) seria: "Pobres, cegos e nus". Que triste descrição!

Bem, se estamos nus, o que precisamos então?

Resposta: vestes do Cordeiro. Foi isso que Jesus providenciou para Adão e Eva na PORTA do Éden.

Nós somos hoje uma igreja que não possui as vestes da justiça imaculada de Cristo. Essa é a triste realidade. Não fizemos ainda a troca dos nossos trapos com a pura roupa de Cristo. E hoje, Ele chega à PORTA do nosso coração e diz: "Eis que estou a porta e bato..." Apocalipse 3:20. "Alguém quer alguma veste aí?"

Hoje estamos muito preocupados com doutrinas e nos esquecemos de Jesus. Temos que pregar JESUS nas doutrinas, se não, continuaremos sendo uma igreja nua.

Jesus é o único capaz de resolver o nosso problema de nudez porque Ele se fez nudez e pecado por nós. (II Coríntios 5:21) Os momentos em que mostrou mais a Sua humanidade e mostrou sua nudez foram no Seu nascimento e na sua morte. Cristo nasceu nu e morreu nu. Ao nascer, Lucas descreve que Ele foi envolto em faixas e deitado numa manjedoura. Lucas 2:7. Símbolos de sua morte. E na cruz, Ele foi despido e sofreu a maior das vergonhas humanas: morrer nu.

Você se lembra do primeiro texto que coloquei nessa postagem? O texto engraçado? Marcos 14:51? Eu coloquei esse texto com um propósito. Esse texto está relacionado com outro texto de Marcos. O texto é Marcos 16:5, que diz: "E, entrando no sepulcro, viram um jovem assentado à direita, vestido de uma roupa comprida, branca; e ficaram espantadas."

Em Marcos 14, visualizamos um jovem correndo nu da presença de Jesus, antes do momento da cruz, símbolo da humanidade sem a justiça de Cristo.

Em Marcos 16, vemos outro jovem, com vestes brancas, depois da cruz. Este é o anjo que apareceu às mulheres após a ressurreição de Cristo. Ele simboliza todos aqueles que se apropriam da imaculada justiça de Cristo.

E aí, você está com as vestes brancas de Cristo? Já pediu isso pra Ele? Por que fica ainda com essa roupa suja? Ele quer fazer uma troca com você hoje. A festa do casamento já está marcada. Só irá entrar quem tiver as vestes.

O nome disso tudo que escrevi: justificação pela fé.


segunda-feira, 18 de maio de 2009

Jesus Vem Logo

video

Pessoal, o audio e o video não estão bons... Mas ver esse povo cantando, já vale a pena! Abraço!

domingo, 17 de maio de 2009

Encontro de ex-arautos

Com certeza, o dia 16 de maio entrou para a história dos Arautos. Imagine uma formação que nunca cantou junto: Roberto Conrad, Francisco Gonçalves (no segundo tenor!), Sergio Abud e Décio Borges, cantando "Não ando só"! Foi algo emocionante. Em seguida, tivemos o privilégio de cantar com eles "Jesus vem logo", ou se preferir "Oh coração não se turbe". Isso aconteceu hoje à tarde, na igreja adventista da Barra da Tijuca, RJ. A igreja estava super lotada, com pessoas que vieram de várias partes do RJ pra conhecer um pouquinho mais dessa maravilha chamada A Voz da Profecia.

Eu nunca tive o privilégio de conversar com o pr. Conrad e muito menos cantar com ele, e hoje, Deus nos deu essa oportunidade. Foi inesquecível! Ouço esse homem desde que eu me entendo por gente! Profundo, excelente comunicador, voz inconfundível (pensa numa voz pesada!!) e hoje descobri que tem um excelente senso de humor! Demos muitas risadas no almoço, ouvindo as histórias antigas do quarteto. E está confirmado: eles brincavam na kombi durante as viagens de: "estou pensando num personagem bíblico cuja letra inicial é...!".

Descobrimos que o pr. Conrad gravou cerca de 20 Lp´s com Arautos, sem contar as dezenas de séries evangelísticas ao redor do Brasil e centenas de centenas de programas de rádio. É uma vida dedicada à VP!

Que Deus seja louvado pelo trabalho desses homens. Os frutos estão aí e podem ser desde já mensurados. No céu, com certeza, veremos o sorriso dos lábios de Jesus em resposta ao trabalho desses verdadeiros arautos!

(A foto ao lado foi enviada pelo amigo quarteteiro Fábio, da Igreja Batista de Madama. Obrigado Fábio!)

terça-feira, 12 de maio de 2009

Miguel


Olá pessoal! Quero compartilhar com vocês a melhor notícia do mundo. No último domingo, dia 10/05, nasceu o meu polaquinho Miguel! Ele é muito lindo! Apesar de nascer no dia das mães, ele é a cara do papai! Como é que pode né, passar 9 meses na barriga da mamãe, nascer no dia das mães e ainda sair com a cara do papai...

Louvo muito a Deus por essa dádiva maravilhosa. Não tenho palavras suficientes para expressar os meus sentimentos. Só posso dizer: "muito obrigado, Senhor!".

"Os filhos são herança do Senhor". Salmo 127:3

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Arautos do Rei

video

Olá! Se você quiser ver algumas fotos dos Arautos e alguns trechos do DVD Vale la pena esperar, clique no video acima. Espero que gostem. Daqui a pouco, coloco o video da viagem para o Equador. Feliz sábado a todos!

terça-feira, 5 de maio de 2009

O prêmio da omissão


O que você faria se visse alguém necessitado à sua frente? E se fosse uma criança com fome?

Em 1994, Kevin Carter ganhou o Prêmio Pulitzer de fotografia. A foto foi tirada durante a grande fome que ocorreu no Sudão. A foto retrata uma criança caindo de inanição, nas proximidades de um campo de alimentação das Nações Unidas. O abutre está só esperando a criança morrer para devorá-la.

Esta foto, conforme previa o seu autor, chocou o mundo inteiro. Ninguém sabe até hoje o que aconteceu com a criança. Isso inclui o próprio fotógrafo, que deixou o local tão logo tirou a fotografia. Muitos acusaram o fotógrafo de omissão em não ajudar o pobre menino.

Três meses mais tarde, após receber o prêmio de 10 mil dólares, Carter cometeu suicídio, por causa de depressão. Será por causa da foto? Talvez.

Lembro-me da parábola do bom samaritano. Enquanto outros se omitiram em ajudar o pobre moribundo, o samaritano ofereceu ajuda. Se Jesus tivesse contado essa parábola em nossos dias, Ele teria dito que o escriba ou fariseu tiraram fotos do pobre coitado, em vez de prestar socorro. E quem dentre nós pode ser considerado o “bom samaritano”? É melhor oferecer ajuda ao próximo do que ganhar prêmios.
*Essa postagem foi baseada num sermão do pr. Fernando Iglesias, em Mamborê, PR.

sábado, 2 de maio de 2009

O pródigo e o prodígio


Sei que já está tarde, mas preciso escrever. Mais do que um esforço para manter o blog atualizado, quero deixar aqui uma breve análise sobre um assunto que tem me "importunado" nos últimos dias. Na verdade é um trecho da Bíblia que me toca muito, chamado "parábola do filho pródigo". Você conhece de cor e salteado.

Comparo a função das parábolas à função da luneta. Isso mesmo que você leu: luneta. Um objeto simples, nada rebuscado, mas que lança sua visão para longe. As parábolas são histórias simples que ampliam nossa visão espiritual afim de enxergarmos as grandezas do reino de Deus.

Jesus era o único mestre de sua época que ensinava através de parábolas. E que didática maravilhosa! A que eu mais gosto é a do filho pródigo. Ou você pode dar outro título se quiser: a parábola do Pai amoroso... ou, sugiro o título: "o pródigo e o prodígio". Por quê?

Porque essa parábola aborda o relacionamento entre o pai (Deus) e seus 2 filhos (e vice-versa). Muitas pessoas prestam atenção apenas no primeiro filho, o mais moço, aquele que saiu de casa com a parte da herança que lhe pertencia e viveu dissolutamente, até "cair em si" e voltar para os braços do pai. Esse é o filho pródigo.

E o outro? Ninguém se lembra dele? Ah, esse é o filho prodígio. Nunca saiu de casa. Nunca desobedeceu os pais. Sempre tirou notas boas na escola. Sempre ajudou nos afazeres domésticos.
O seu problema? Nenhum. Absolutamente nenhum. Aparentemente...

Hoje na igreja nos temos os pródigos e os prodígios. Às vezes, ao ver os apelos nos cultos religiosos, tenho a impressão de quem precisa aceitar o convite são aqueles que ficam sentados, os membros da igreja, aqueles "experientes" nas coisas de Deus, e não os "afastados" ou "convidados". Quem precisa MAIS de salvação, ao meu ver, são os prodígios, não os pródigos. E ao invés de buscarem a salvação, no real sentido da palavra e em essência, eles querem festa e reconhecimento, assim como o filho mais velho da parábola.

Os prodígios dificilmente "caem em si" como fez o filho pródigo. E por que fariam isso? Na visão deles, já estão dentro das quatro portas da casa do Pai! Não precisam (na visão deles!!) do abraço de reconciliação e do perdão divinos... Caia na real... eles querem o anel, a veste e o novilho assado. Querem prestígio apenas!

Amigo, desconfie do tempo que você está na casa do Pai. Talvez você esteja como a moeda perdida, que não sabia que estava perdida, dentro de casa, dentro da igreja, mas longe dos olhos do Pai. Talvez você nem saiba mais o que significa arrependimento, confissão, entrega. "Tudo bem", você pode dizer, "eu nunca experimentei o gosto amargo das bolotas dos porcos! Não conheço a realidade do mundão!". Mas saiba de uma coisa: É melhor estar maltrapilho cheirando a porco nos braços do Pai do que perfumado na casa de Deus, mas longe dEle. E depois perguntar: "Senhor, onde está o meu reconhecimento? Onde está meu anel? Nunca te dei trabalho, Senhor!"

Deus tem uma bênção para nós nesse sábado. Quer nos fazer novamente filhos. Eu me emociono ao visualizar em minha mente a cena do Pai esperando de braços abertos o filho perdido. Esse é um dos quadros mais lindos da Bíblia. Ele não se cansa até ver o pródigo voltar ao lar. Mas com o outro braço Ele quer abraçar o filho que está dentro de casa. Quer fazê-lo importante também. Quer salvá-lo. E aí, qual das duas classes de filho você pertence? Filhos pródigos ou filhos prodígios?